Centro Interpretativo do Cabeço da Mina

Ano: 2017

Localidade: Assares, Vila Flor


No âmbito da prestação de serviços celebrado entre a ArqueoHoje e o Munícipio de Vila Flor, apresentamos o projeto museológico para o Centro Interpretativo do Cabeço da Mina (CICM) que cumpre o fito de criar um espaço de interpretação e preservação da identidade do território do Vale da Vilariça, bem como dar relevo aos achados arqueológicos descobertos no Cabeço da Mina.
O CICM alberga um importante acervo arqueológico, de relevância nacional e europeia, que permite a sua salvaguarda e valorização, tornando-o num pólo cultural importante que se quer acessível ao público com um espólio especificamente dedicado ao fenómeno das Estelas-menir.
O programa museológico define dois núcleos temáticos (Património Natural e Património Cultural) que permitem traçar uma linha orientadora ao nível dos conteúdos. Assim sendo, o discurso expositivo cria um itinerário temático mas simultaneamente cronológico, privilegiando uma constante contextualização no espaço e no tempo, atingindo diversos níveis etários e diferentes realidades socioculturais.


Promotor: Câmara Municipal de Vila Flor


Voltar atrás


          © 2015 ARQUEOHOJE - Todos os direitos reservados