Voltar atrás

BANCO DE PORTUGAL - MURALHA DE D. DINIS

Ano: 2012

Localidade: LISBOA

No âmbito dos trabalhos arqueológicos inerentes ao Projeto de Reformulação da Sede do Banco de Portugal e Remodelação da Antiga Igreja de São Julião para instalação do futuro Museu e Biblioteca Numismática, abrangendo todo o quarteirão pombalino compreendido entre as Ruas de S. Julião, do Ouro, do Comércio e o Largo de S. Julião, permitiram pôr a descoberto um troço, com mais de 40 metros de extensão e uma altura máxima de 3,5 metros da muralha mandada construir por D. Dinis em 1294. Na sequência de tão importante descoberta, foi-nos deposta a responsabilidade dos trabalhos de conservação e restauro da mesma e do espólio exposto, bem como a assessoria técnica na montagem da exposição. Cerca de 31 metros da muralha foram musealizados, no subsolo da sede. Este monumento nacional, estende-se entre aquele largo e a Rua do Ouro que integra um conjunto de oito edifícios e a antiga Igreja de São Julião. 

Promotor: Banco de Portugal


          © 2015 ARQUEOHOJE - Todos os direitos reservados