Voltar atrás

O NÚCLEO MEGALÍTICO DE CHÃ DE ARCAS

Ano: 2011

Localidade: CARRAZEDO DO ALVÃO

O núcleo da Chã de Arcas integra a grande necrópole da Serra do Alvão, que em tempos contou mais de sete dezenas de monumentos megalíticos, dispersos pela área planáltica confinada entre as povoações de Paredes do Alvão e Santa Marta. Dos onze monumentos que inicialmente constituíam o núcleo, incluindo a muito bem preservada mamoa do Alto do Catorino, hoje apenas restam sete. No âmbito do solicitado DIA dos “Aproveitamentos Hidroeléctricos de Gouvães, Padroselos, Alto Tâmega e Daivões” logrou o consórcio de empresas ArqueoHoje/Palimpsesto intervencionar arqueologicamente seis destes monumentos. A escavação das áreas fronteiras dos monumentos permitiu identificar os acessos externos descobertos ao interior do monumento, traduzidos em dois monumentos de câmara simples (monumentos 2 e 3) por simples depressões abertas na mamoa à saída da câmara funerária (entradas em “poço” e/ou “embudo”), ou por corredores intratumulares (monumentos 1, 4 e 5), alguns dos quais estruturados lateralmente e precedidos de átrio, como se verificou nos dois dólmenes de tipo “vestíbular”.

Promotor: Iberdrola



          © 2015 ARQUEOHOJE - Todos os direitos reservados