Voltar atrás

LARGO MOUZINHO DE ALBUQUERQUE, Nº 107

Ano: 2008

Localidade: CENTRO HISTÓRICO, VISEU

Os trabalhos arqueológicos desenvolvidos no edifício nº 107, no Largo Mouzinho de Albuquerque permitiram colocar a descoberto parte do tramo de fosso do recinto castrejo de Viseu. Apesar da sua reduzida área de intervenção foi possível compreender que a sua desativação foi concretizada na II Idade do Ferro, pelo que os níveis estratigráficos que o selam continham fragmentos cerâmicos, contas de colar em pasta vítrea e fragmentos de piso de argila inseridos nesta cronologia. Morfologicamente, trata-se de uma estrutura de perfil subtrapezoidal, com paredes ligeiramente oblíquas, apresentando cerca de 1,20m de largura e uma profundidade variável entre os 0,90m e 1,20m, tendo uma orientação de NO a SE. O presente tramo assemelha-se ao mesmo descoberto em 2007 na intervenção realizada no nº 60-66 da Rua D. Duarte, permitindo vislumbrar parcialmente o perímetro do recinto castrejo em Viseu.

Promotor: Joaquim Alves Almeida Silva


          © 2015 ARQUEOHOJE - Todos os direitos reservados