Voltar atrás

METRO MONDEGO

Ano: 2008

Localidade: RUA DIREITA, (ZONA DO BOTA-ABAIXO), COIMBRA

Os trabalhos arqueológicos desenvolvidos no âmbito das medidas de minimização, decorrentes das ações preparatórias para a inserção de um dos troços do canal de atravessamento do sistema de mobilidade do Metro Ligeiro do Mondego, colocou em destaque um conjunto interessante de estruturas relacionadas com contextos habitacionais e industriais. Na sua larga maioria, os conjuntos edificados deverão fazer parte do antigo casario que existiu, até à sua demolição, já no século XX, nesta zona da cidade no século XIX, tendo nalguns casos a sua utilização previvido pelo século seguinte. Outras estruturas relacionam-se com uma antiga unidade de produção cerâmica, identificando-se dois dos tanques de depuração de argilas que, localizados numa área a céu aberto, com ela se relacionariam. Estas estruturas implantam-se sobre depósitos com materiais datáveis de finais do século XIX, apontando-se essa periodização para o estabelecimento de uma das últimas unidades de produção de cerâmica nesta parte da cidade. O material arqueológico proveio de níveis antrópicos, colmatando parte das estruturas observadas e preenchendo dezenas de valas escavadas em zona de autêntico despejo de lixo industrial.


Promotor: Metro Mondego, S.A.



          © 2015 ARQUEOHOJE - Todos os direitos reservados