Voltar atrás

LOJA 1

Ano: 2007

Localidade: SERPA, BEJA

No âmbito da minimização de impactes sobre o património arqueológico, decorrentes da construção da barragem de Serpa e durante os trabalhos, desenvolvidos em agosto de 2007, foram detetados vestígios osteológicos humanos, no sítio da Loja 1. Da intervenção antropológica empreendida, resultou a exumação de um esqueleto, inumado numa sepultura de tipologia romana e constituída por fossa simples, coberta por várias tégulas e lateres, em posição de decúbito dorsal. 

A segunda campanha acontece, no ano de 2009, no âmbito das obras de implementação do Troço 2 do Adutor de Brinches, onde foi identificado um conjunto sepulcral no sítio da Loja 1, cronologicamente, inserido no período Baixo Imperial Romano e correspondendo a uma fração da necrópole associada à villa romana do Monte da Loja. Da intervenção antropológica empreendida, foi identificado um conjunto de vinte e oito sepulturas, das quais se exumaram vinte e nove enterramentos e um ossário, inumados em fossas simples com cobertura de tégulas ou lajes e, um número mais reduzido, em sepulturas estruturadas em forma de “caixa”, igualmente, coberta por tégulas.


Promotor: Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva, S.A. - EDIA, S.A.



          © 2015 ARQUEOHOJE - Todos os direitos reservados