Quem somos

A ArqueoHoje foi fundada a 16 de fevereiro de 1995, e nasceu da vontade de responder a um mercado, até então inexistente em Portugal. Sendo uma das mais antigas empresas a operar neste sector, foi pioneira no desenvolvimento empresarial da arqueologia e recuperação do património em Portugal. Tendo nos seus quadros técnicos superiores uma já longa e diversificada experiência profissional. 

Aproveitando a nova visão – particularmente levada a cabo pelos Municípios – sobre o Património Cultural, assente nos pressupostos de que este é um activo presente e transversal à vida das comunidades e que, ultrapassando a sua dimensão cultural, se assume como factor estratégico para o desenvolvimento social e económico dos territórios, a ArqueoHoje expandiu o seu âmbito de intervenção para as restantes componentes da gestão do património e universos patrimoniais.

A ArqueoHoje aposta na confiança e no diálogo contínuo com os seus clientes, fornecendo produtos de qualidade adaptados às necessidades, sem nunca negligenciar a perspectiva científica e de operacionalidade. Enquanto empresa distinguida, em 2010, pela qualidade do seu desempenho e perfil de risco como PME Líder, no âmbito Programa FINCRESCE/IAPMEI, e, no mesmo ano, com o Estatuto de PME Excelência 2010, a ArqueoHoje rege-se por distintos critérios de qualidade nos serviços que presta.

Para tal, conta com a colaboração de um quadro técnico de excelência que lhe permite avançar nos mais variados tipos de trabalho, pautada, sempre, pelo mais elevado sentido de ética, responsabilidade e honestidade profissional. Todos os trabalhos são sujeitos a uma rigorosa gestão interna que controla a qualidade e eficiência dos mesmos. Esta aposta na extrema qualidade dos serviços prestados reflete-se no extenso portfólio da empresa, com especial destaque nos grandes empreendimentos públicos/privados e na área da museologia.



PRÉMIOS

2017 Museu de Leiria – Prémio Europeu do Museu do Ano 2017 – Silleto Prize Winner 2017 (Croácia);

2017 Centro Interpretativo de Tresminas – Menção honrosa na categoria de Música e Grafismo, no festival de Cinema de Arqueologia e Património Cultural Arkhaios, U.S.A., com o filme “O Ouro Romano de Tresminas (Vila Pouco de Aguiar)”;

2016 Centro Interpretativo de Tresminas – Galardão de Ouro no Primeiro Festival de Cinema Arqueológico de Castilla e Leon (Zamora), na categoria de Documentário com o filme “O Ouro Romano de Tresminas (Vila Pouca de Aguiar)”;

2016 Centro Interpretativo de Tresminas – Prémio Arkeolan para a melhor divulgação cientifica no XVI Festival Internacional de Cine Arqueológico del Bidasoa (Irun) com o filme “O Ouro Romano de Tresminas (Vila Pouca de Aguiar)”;

2016 Museu de Leiria – Prémios APOM 2016 – Menção honrosa para Melhor Museu do Ano e Melhor Trabalho de Museografia;

2016 Museu de Leiria – Prémio Acesso Cultura 2016 – Menção Honrosa na categoria Acessibilidade Física;

2016 Centro Interpretativo de Tresminas – Prémios APOM 2016 – Prémio Melhor Informação Turística;

2015 Estatuto PMM Líder 2015; concedido pelo IAPMEI, pela qualidade do seu desempenho e perfil de risco no ano de 2014;

2010 Estatuto PME Excelência 2010;

2008 a 2011 Distinção pela qualidade do seu desempenho e perfil de risco como PME Líder, no âmbito Programa FINCRESCE, IAPMEI;

2007 Prémio Anim´Arte de Mérito Científico.


          © 2015 ARQUEOHOJE - Todos os direitos reservados